Um balanço da Controladoria Geral da União aponta que 106 servidores foram expulsos do funcionalismo público federal em Mato Grosso, de 2006 até outubro deste ano. O último levantamento mostra que os motivos vão desde envolvimento em práticas ilícitas, como o uso indevido do cargo, ao abandono do emprego sem qualquer justificativa.

Os dados da Controladoria Geral mostra que 2010 foi ano que teve o maior número de desligamentos, 49, seguido de 2007, com 21; 2011, com 12; além de 2008 e 2009 com 7 casos cada. Pelo menos 8 já foram desligados só este ano. Mas este número pode aumentar, pois o relatório ao mês de novembro ainda não foi divulgado e do deste mês, só deve ser publicado em janeiro do ano que vem.

Leia também:  Caminhoneiros são rendidos e assaltados em posto de combustível

Em nível nacional Mato Grosso figura na nona colocação no ranking dos Estados com mais demissões em sete anos. Rio de Janeiro lidera com 505, seguido Distrito Federal com 360 e de São Paulo, com 271.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.