De olho nas favelas do Complexo da Maré, a Secretaria de Segurança decidiu em janeiro mudar a ordem de ocupações deste ano e vai começar a pacificação pelo Complexo do Caju. A invasão ocorrerá num fim de semana entre o próximo dia 23 e 2 de março. Caberá à Polícia Militar, assim como foi feito no Complexo de Manguinhos, a tomada do território. Cerca de 1.100 homens do Comando de Operações Especiais (COE), formado pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope), o Batalhão de Choque (BPChq), Batalhão de Ações com Cães (BAC) e Grupamento Aeromarítimo (GAM), serão os responsáveis pela incursão.

Os últimos detalhes sobre a ocupação foram acertados numa reunião na Secretaria de Segurança com a cúpula da Polícia Militar, antes do carnaval. A ideia é usar o Caju como base para, em seguida, pacificar o Complexo da Maré, onde ficam o 22º BPM e a nova sede do Bope.

Leia também:  Caminhonete roubada é encontrada na pista do antigo aeroporto de Rondonópolis

Na última sexta-feira (15/02) durante um café da manhã para comemorar o aniversário do comandante-geral da PM, coronel Erir Ribeiro Costa Filho, o subsecretário de Planejamento e Integração Operacional, Roberto Sá, tratou com Erir sobre detalhes da ocupação, como objetivos e alvos da operação, horário da invasão e se ela será feita num fim de semana. Quem está comandando o planejamento, na PM, é o coronel Alberto Pinheiro Neto, chefe do Estado-Maior Operacional.

A secretaria ainda está decidindo se usará os blindados da Marinha, como nas ocupações do Alemão e da Rocinha. Mas está certo que a Polícia Civil vai participar e que os caveirões da PM abrirão caminho para as tropas. A Subsecretaria de Inteligência e agentes do Serviço Reservado da PM já fizeram o mapeamento das bocas de fumo e de traficantes com mandado de prisão pendente.

Leia também:  Homem morre ao ser apunhalado pelas costas

20 MIL MORADORES

O Complexo do Caju reúne as comunidades do Mafuá, Manilha, Chatuba, Ladeira dos Funcionários, Quinta, Nossa Senhora da Penha, Nove Galo, Parque Alegria, Parque Boa Esperança, Parque da Conquista, Morro de São Sebastião, Parque Vitória e Vila Clemente. Cerca de 20 mil pessoas vivem na região.

OPERAÇÃO EM 2012

O Comando de Operações Especiais (COE) realizou uma operação no Caju em dezembro de 2012. Na ocasião, foram apreendidos 100kg de maconha, além de armas e material para embalar drogas. Quatro foram presos.

MAIS DE 8 MIL POLICIAIS

O Rio tem 30 Unidades de Polícia Pacificadora, em 207 comunidades. Segundo o governo do estado, são 450 mil pessoas beneficiadas e mais de 8 mil policiais nas UPPs.

Leia também:  Manobrista morre após ser atropelado em frente de boate em Cuiabá
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.