Profissionais da rede municipal de educação participaram da primeira fase de formação para os orientadores do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). Nesta fase, estão sendo formadas nove profissionais que irão posteriormente trabalhar na capacitação dos professores do 1ª, 2ª e 3ª fases do primeiro ciclo do ensino fundamental. Os trabalhos aconteceram na Universidade Federal de Mato Grosso de 18 a 22 de fevereiro. O início da formação com os alfabetizadores está programado para a segunda semana de março.

 

A iniciativa do Governo Federal é para que todos os alunos até 8 anos saibam ler e escrever. Segundo dados do Ministério de Educação e Cultura, o Brasil possui hoje 7 mil crianças que não são alfabetizadas. Com o pacto, os professores alfabetizadores receberão treinamento e orientação sobre as atividades a serem trabalhadas em sala de aula que favoreçam a leitura e a escrita. Os resultados serão mensurados no início e final do 2ª fase e no final da 3ª fase através da aplicação da Provinha Brasil.

Leia também:  Rua Barão do Rio Branco tem duplicação autorizada pelo Governo

 

“Sabemos que temos um percentual de crianças que saem do 3ª fase sem saber ler e escrever, mas até o momento não há dados sobre a quantidade exata de crianças nestas condições. A partir da Provinha Brasil poderemos verificar essa realidade”, disse a coordenadora do Pnaic no município, Aureny Figueiredo. Segundo ela, já foi solicitado de cada escola que seja feito um diagnóstico pelos professores para averiguar quantos e quais alunos não estão alfabetizados e depois esses dados serão cruzados com os resultados apresentados pela Provinha Brasil.

 

Para a coordenadora, o pacto vem contribuir com mais uma formação para os professores alfabetizadores dando mais suporte teórico para que melhore as práticas pedagógicas na sala de aula. Aureny entende que quem trabalha com alfabetização no município possui qualificação adequada, sendo que três professoras da rede foram selecionadas para ministrar o curso de formação para orientadores de estudo.

Leia também:  Novo convênio garante descontos diferenciados para associados ACIR

 

O pacto em Mato Grosso está sendo coordenado pelas professoras-doutoras, Cancionila Jankovski Cardoso e Sílvia de Fátima Pilegi Rodrigues, do Campus da Universidade Federal de Mato Grosso, em Rondonópolis. As professoras da rede que atuam na formação de orientadores de estudo são as professoras-mestras Dulcilene Rodrigues Fernandes, Genialda Soares Nogueira e Vanuzia dos Santos Araújo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.