Estão suspensos os 16 processos por improbidade administrativa e lavagem de dinheiro contra João Arcanjo Ribeiro. O desmembramento foi motivado por um pedido da defesa referente ao processo de extradição, ocorrido em 2004. Como no pedido feito ao governo do Uruguai constam apenas os crimes federais, a tese dos advogados de Arcanjo é a de que ele não pode ser julgado por crimes estaduais cometidos antes de 2005, caso dos 16 processos.

Com a suspensão, Arcanjo não será ouvido nesta semana, como previsto, e nem poderá acompanhar os depoimentos das testemunhas de defesa e acusação. Nesta segunda (18), oito pessoas arroladas pelo MInistério Público do Estado (MPE) foram ouvidas no Fórum da Capital. Nesta terça (19) e quarta-feira (20) deverão ser ouvidas as testemunhas de defesa dos outros 13 réus do processo, uma vez que apenas Arcanjo não poderá ser julgado.

Leia também:  Período proibitivo para queimadas começa neste sábado em MT

Os interrogatórios dos acusados foram marcados pelo juiz da Vara Especialziada de Combate ao Crime Organizado, José Arimatéia Neves Costa para o dia 10 de abril.

Entre os 15 processos está uma ação penal que tem também como réus o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual José Geraldo Riva (PSD), e do conselheiro afastado do Tribunal de Contas Humberto Bosaipo, pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

A ação se refere a 43 cheques nominais da AL emitidos na época em que ambos comandavam a Mesa Diretora da Casa. Durante a Arca de Noé, deflagrada em dezembro de 2002, foi constatado que os documentos de identidade dos sócios dessas empresas eram falsos, assim como as empresas não estavam legalizadas junto aos órgãos públicos.

Leia também:  BR-364 terá interdição para detonação de rochas nesta sexta

Conforme a denúncia do MP, 21 desses 43 cheques foram trocados na boca do caixa e alguns desses sacadores seriam assessores dos parlamentares. Parte desses cheques também teria sido trocada nas factorings de Arcanjo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.