O vereador Reginaldo Souza Santos (PPS) vai propor que agora em fevereiro se reúnam representantes da Câmara Municipal, Secretaria de Trânsito, GGI (Gabinete de Gestão Integrada), ACIR (Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis), CDL (Clube dos Dirigentes Logistas), URAMB (União Rondonopolitana de Associações de Moradores de Bairros), Unisal (União das Associações de Moradores de Bairro do Distrito Salmem), igrejas e clubes de serviço para traçarem um plano decenal para o trânsito de Rondonópolis.

Segundo o parlamentar, o plano deverá prever que todas as ações relativas ao trânsito na cidade só poderiam ser executadas após um “estudo macro”. Isso iria evitar gastos desnecessários à administração pública. “Temos vários exemplos de emprego mal utilizado do dinheiro público como no caso de excesso de quebra molas (na Avenida Fernando Correa, próximo ao supermercado), no caso da Avenida Bandeirantes, quem tem um quebra mola desnecessário após a colocação de um semáforo próximo aos Bombeiros”, declarou Reginaldo.

Leia também:  Temer troca ministro da justiça as vésperas do julgamento que pode causar sua cassação

Outro problema da cidade, que segundo a avaliação do vereador é crônico, é a falta de lugar para o estacionamento no centro da cidade. “O rotativo Rondon já foi autorizado o que precisa agora é executar”, disse.

No projeto proposto pelo vereador é sejam utilizados os técnicos da Secretaria de Trânsito Municipal para uma análise técnica das mudanças. “Temos pessoal gabaritado para isso na secretaria, é preciso um estudo grande de engenharia de tráfego”, declarou Reginaldo

A outra parte do projeto é um grande trabalho de conscientização. “É preciso que condutores e pedestres saibam suas responsabilidades no trânsito. Além disso, a presença nas escolas dessa discussão fará com que as ações obtenham êxito em médio prazo”, afirmou Reginaldo.

Leia também:  Vereadores de Costa Rica participam de evento nacional

“O que falta para Rondonópolis é política pública para o trânsito. Pois este não é ‘desse ou daquele’. Temos que discuti-lo sem pensar em vaidade mas somente na melhoria do mesmo em município”, finalizou o parlamentar.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.