O piloto Wellington Garcia subiu no lugar mais alto pódio da categoria MX1, durante a 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada neste fim de semana em Carlos Barbosa (RS).

Wellington somou 44 pontos ao chegar na 2ª colocação nas duas baterias da categoria. “O que eu queria mais é fazer uma prova consistente para chegar com condições na segunda etapa. Conseguir essa vitória foi muito importante para pegar mais confiança e conseguir bons resultados”, afirma o piloto.

Com um 5º lugar na primeira bateria e a vitória na segunda bateria, Antonio Balbi Jr, ficou com a segunda posição do pódio ao somar 41 pontos. “Na primeira bateria eu estava andando bem e estava andando forte. Eu estava tanto de olho no Campano que acabei cometendo um erro e cai”, conta o piloto.

Na segunda bateria foi a vez de Balbi mostrar porque conquistou o título do Campeonato em 2011 e fez uma grande prova para chegar na frente. “Eu queria vencer de qualquer maneira. Sabia que tinha condições de vencer e deixei tudo o que eu sei dentro da pista” ressalta o piloto.

Leia também:  Em competição em Cuiabá, estudantes de Rondonópolis se classificam para Jogos Brasileiros

O atual campeão Carlos Campano ficou com a 3ª colocação, seguido de Jean Ramos (4ª) e Adam Chatfield (5ª).

1ª bateria

Na primeira bateria o espanhol Carlos Campano começou arrasador e abriu vantagem logo no início. O português Joaquim Rodrigues saiu no 2º lugar, mas não conseguiu sustentar a colocação por muito tempo, perdendo a posição para Wellington Garcia.

Enquanto Campano abria vantagem a cada volta Balbi vinha se recuperando na 7ª posição. O piloto foi conseguindo boas ultrapassagens e quando pressionava Wellington Garcia para ganhar a 2ª colocação, cometeu um erro e caiu.

O piloto do #3 demorou para colocar a moto em funcionamento novamente e quando voltou para a prova já estava em 7º e com um longo trecho para o 6º colocado. Balbi iniciou uma prova de recuperação, conseguindo chegar na 5ª posição.

Leia também:  Circuito de Tênis têm inscrições abertas para torneio em Cuiabá

2ª bateria

Na bateria final o piloto Jean Ramos saiu na frente, seguido por Joaquim Rodrigues, Balbi, Campano e Adam Chatfield. Mas logo no início o português sofreu uma queda e também perdeu muito tempo para voltar para a prova.

Não demorou muito para Balbi conseguir ultrapassar Jean Ramos e assumir a ponta. Foi nesse momento que começou a aparecer o nome de Wellington Garcia. O piloto que não apareceu entre os primeiros colocados no início da prova, na 8ª volta já estava ultrapassando Carlos Campano e assumindo a 4ª posição.

Depois foi uma questão de tempo para o piloto conseguir passar Adam Chatfield. Wellington ainda conseguiu ficar na liderança no final da prova ai ultrapassar Balbi Junior, mas o piloto do #3 deu o troco e cruzou a linha de chegada na frente.

Leia também:  De virada inédita, Cuiabá Arsenal vence Tubarões do Cerrado

Público

O frio não afastou o público da abertura do Brasileiro de Motocross. Muita gente veio de longe para prestigiar os melhores pilotos do País. As arquibancadas e o entorno da pista ficaram lotados. cerca de 26 mil pessoas passaram pelo motódromo Fabiano Audibert durante o evento. Foram 8 mil no sábado (13) e 18 mil no domingo (14).

O empresário Charles Zart é de Cruzeiro do Sul, a 60 quilômetros de Carlos Barbosa, onde foi realizada a primeira etapa. Mas, como sempre acompanha o estadual de Motocross e é apaixonado pelo esporte, fez questão de viajar para assistir. “Vale a pena. Isso aqui é muito bom. O frio e distância não é impedimento para acompanhar a competição”, explica Charles.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.