A lei é feita para acompanhar a evolução da sociedade em suas necessidades, e deve falar sobre todo o tipo de situação que seja relevante.

Há um conclame da sociedade para decidir, se será permitido ou não, a legalização das relações homoafetivas, como direito ao casamento, adoção e demais, que são conferidos a todo cidadão heterossexual.

Alguns se declaram absolutamente contra e, buscando argumentos dentro da igreja, defendem que as famílias devem ser compostas somente pelo homem e pela mulher, e nada diferente a isso poderá ser aceito, sob o risco de se estar desvirtuando a sociedade.

O que se deseja, com toda essa discussão, é inibir o crescimento do homossexualismo, impedindo que esses cidadãos tenham acesso aos direitos a que todos nós temos. Todavia, isso não ocorrerá, pois uma boa parte da sociedade já está aprendendo a aceitar cada vez mais o seu semelhante da maneira como ele deseja ser, e o número de famílias de pessoas do mesmo sexo já chega a 10% da população.

Leia também:  Por que o presidente não foi preso? | Entendendo Direito

Não podemos esquecer que houve um tempo em que o divórcio era proibido, que o adultério era crime previsto no código penal. A mulher separada era rejeitada pela sociedade e não poderia casar-se novamente.

Impedir que a legislação ampare aos homossexuais, em nada contribui para sua extinção, ou destruição . A criação da legislação com a permissão do casamento homossexual também em nada atinge a parcela da sociedade heterossexual, que poderá continuar mantendo suas tradições e seus relacionamos como desejarem.

Não há motivo razoável para tentar impedir que essas pessoas recebam a proteção do Estado em suas relações, unicamente por estarem fazendo algo que parece feio aos olhos de alguns, mas que no fim das contas, não causa prejuízo efetivo a ninguém.

Leia também:  O filho da desembargadora preso | Entendendo Direito

Afinal, perante a Constituição Federal, norma maior em nosso país, todos somos iguais e não podemos sofrer distinção de nenhuma natureza.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.