Ex-secretário municipal de Saúde, Valdecir Feltrin - Foto: arquivo AGORA MT
Ex-secretário municipal de Saúde, Valdecir Feltrin – Foto: arquivo AGORA MT

Rondonópolis é a única cidade de Mato Grosso que está inapta para receber qualquer tipo de unidade de saúde devido à falta de prestação de contas referente ao ano de 2011 para 2012, essa foi à afirmação da secretária Municipal de Saúde, Marildes Ferreira.

De acordo com a secretária, o gestor da pasta que na época era Valdecir Feltrin, não teria feito a prestação de contas referentes à saúde, o que fez com que o Ministério da Saúde bloqueasse o município. Marildes afirmou que só ficou sabendo da situação ao tentar cadastrar Rondonópolis para que a cidade pudesse receber um investimento de uma maternidade.

“Era para ser implantado em Cuiabá, mas como eles recusaram, fui cadastrar Rondonópolis para receber essa maternidade, mas descobri que não podíamos por causa desta falha”, conta a secretária. Segundo Marildes a atual administração já tomou ciência do caso e que eles conseguiram uma prorrogação no prazo de até 31 de maio para que se consiga fazer essa prestação de contas e a enviar para o Ministério da Saúde para o munícipio não saia prejudicado.

Leia também:  Integrantes do MST devem ficar 10 dias acampados na fazenda de Blairo Maggi

A reportagem do site AGORA MT entrou em contato com o ex-secretário, Valdecir Feltrin, e ele disse que não sabia a que se refere essa prestação de contas que iria tomar ciência do caso e que depois falaria sobre o assunto.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.