Durante o debate sobre os impactos da Ferronorte (leia aqui) o prefeito Percival Muniz (sem partido) voltou a criticar a América Latina Logística, só que desta vez foi em relação à área destinada ao município em processo de compensação ambiental. De acordo com o prefeito esse terreno que deveria ser de preservação ambiental contendo vegetação nativa, na verdade é uma área de cascalheira.

Percival criticou essa ‘troca’ que ocorreu na gestão do ex-prefeito José Carlos do Pátio (PMDB), mas até agora ele não citou que essa liberação só aconteceu após a avaliação e a autorização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), que na época já era de responsabilidade de Lindomar Alves (PV), atual secretário da pasta.

Leia também:  Medeiros deve cancelar nota em restaurante de luxo

A atuação do prefeito rondonopolitano com relação às empresas que estão se instalando em Rondonópolis tem suscitado dúvidas em alguns empresários, há poucos meses, Percival tentou impedir a instalação da Assaí Atacadista no antigo prédio da Amaggi, situado na avenida Presidente Médici e depois de muita polêmica e ameaça do grupo em não mais se instalar na cidade o prefeito concordou com a instalação.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.