Os manifestantes sitiaram a Conab e ameaçam bloquear novamente a BR-364, a partir de segunda-feira (06), caso nada seja feito. Foto: Ricardo Costa/AGORA MT
Os manifestantes sitiaram a Conab e ameaçam bloquear novamente a BR-364, a partir de segunda-feira (06), caso nada seja feito. Foto: Ricardo Costa/AGORA MT

Após uma semana de trégua representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Assentados e Acampados de Mato Grosso (MTA) invadiram, nesta sexta-feira (03), a sede da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de Rondonópolis, em razão do não cumprimento do acordo firmado no dia 26 e abril.

A coordenadora do MTA, Rosália de Jesus Lima, disse que pela segunda vez foi realizado um acordo com Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), onde a Conab se comprometeu em liberar 1700 cestas básicas para os acampados e por esse motivo tomaram o unidade de Rondonópolis, onde nenhum veículo entra ou sai do órgão. “A discussão evoluiu apenas no papel e os manifestantes continuam passando necessidade. Não aguentamos essa situação e só iremos desocupar o local quando recebemos nossas cestas básica”, afirmou.

Leia também:  Mutirão de conciliação do Fórum Trabalhista acontece em Rondonópolis

Rosália frisou que durante toda a semana representantes dos assentados estivem na Conab, mas não foi liberado nenhuma cesta básica e também estiveram presentes dois representantes do INCRA de Cuiabá, mas nada aconteceu.

Diante do não cumprimento do acordo os manifestantes sitiaram a Conab e ameaçam bloquear novamente a BR-364, a partir de segunda-feira (06), caso nada seja feito.

A agente administrativa do INCRA, Juscelino Oliveira, informou que a carreta com as cestas dos assentados esta em Cuiabá com previsão de ser liberada para Rondonópolis a partir da 13h de hoje (03), contudo se comprometeu em achar alguma solução para resolver o impasse, pelo menos dos assentados do Acampamento Renascer.

Leia também:  Governo entrega duas novas viaturas TrailBlazers para Patrulha Rondon
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.