A cúpula do Partido da República (PR) irá se reunir, amanhã à noite, para tentar convencer o senador Blairo Maggi a aceitar ser candidato ao governo do Estado nas eleições do próximo ano. Esta reunião estava marcada para acontecer na sexta-feira (24), mas foi adiada pela ausência do presidente regional da sigla, deputado federal Wellington Fagundes.

A reunião será para encaminhar as candidaturas para 2014 e o principal projeto do partido é lançar o nome de Blairo ao governo. “A principal pauta é definir candidatura própria com o nome do Maggi”. O projeto de candidatura própria para as eleições do ano que vem tem sido consenso entre os principais líderes do PR, incluindo o presidente do partido e o deputado estadual Mauro Savi.

Leia também:  Vereador Thiago Silva propõe a criação de banco para materiais de construção

Em várias entrevistas, Maggi vem descartando sistematicamente concorrer ao governo do Estado. No entanto, seu nome aparece bem avaliado em pesquisas eleitorais e isso faz com que os correligionários pressionem o senador republicano, que já comandou o governo dois mandatos consecutivos.

Maggi foi eleito, em 2002, pelo PPS do prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz. No início de 2007, o gestor, reeleito, migrou para o PR, partido criado com base na fusão entre o PL e o Prona. Sua liderança garantiu ao PR filiação em massa de prefeitos, principalmente dos quadros do PPS. Ele deixou o comando do Palácio Paiaguás com mais de 90% de aprovação de gestão, considerando índices como bom e regular.

Leia também:  Vereador busca solução para fechamento de UTI Pediátrica
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.