Foto: assessoria
Foto: assessoria

A partir do dia 29 de outubro começam as inaugurações das obras de mobilidade urbana em Cuiabá. No total, 12 serão entregues pelo Governo do Estado até o fim de novembro de 2013.  O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira, pelo governador Silval Barbosa que destacou que “… nenhuma outra cidade-sede da Copa do Mundo de 2014 tem este volume de obras, este legado”.

Confiante no desempenho dos trabalhos Silval, acompanhado de secretários de Estado revelou que as primeiras três inaugurações da copa acontecerão ainda neste mês de outubro. Dia 29 a abertura da ligação da avenida Beira Rio à rua Antônio Dorileo, por meio de uma ponte sobre o Rio Coxipó (bairro Coophema) e a pavimentação asfáltica da Avenida Camboriú reforçarão o tráfego e ampliarão a mobilidade  na região sul da capital.

No dia 31, será a vez de inaugurar a ponte da  rua dos Eucalíptos, também sobre o Rio Coxipó que interligará  a avenida Arquimedes Pereira Lima (estrada do Moinho) ao bairro Jardim das Palmeiras, o que vai aliviar o fluxo de veículo na avenida Fernando Correa da Costa.  No mesmo dia  será inaugurada a duplicação da avenida Juliano Costa Marques, que conecta a avenida Rubens de Mendonça à avenida Dante de Oliveira (no Bairro Bela Vista). Foram duplicados 1,5 km de pista, o que dobrou a capacidade de tráfego sobre a via.

Leia também:  Mato Grosso reduz o número de homicídios dolosos em 10%; diz Sesp

Para o mês de novembro estão previstas as inaugurações de sete grandes obras, entre elas a duplicação da rodovia Mario Andreazza com a construção de mais uma ponte sobre o Rio Cuiabá, ligando Cuiabá à Várzea Grande, nas proximidades da estrada da Guarita. A ponte irá dobrar a capacidade de tráfego. “Se antes a via suportava 1,5 mil veículos por hora, a partir de novembro terá a capacidade aumentada para 3,6 mil veículos/hora”. Na mesma região, o Governo do Estado entregará a trincheira Mário Andreazza, no cruzamento das avenidas Miguel Sutil e Cyríaco Cândia – entre os bairros Santa Isabel e Cidade Verde.

O cronograma de inaugurações também prevê a entrega de 4 viadutos em novembro que vão dar mais fluidez ao trânsito das avenidas Miguel Sutil, Rubens de Mendonça e Fernando Correa e desafogar o sufoco do tráfego que o cuiabano vive hoje. Serão o Viaduto da Sefaz, localizado em uma região que recebe veículos do Centro, do bairro CPA e de quem trabalha no Centro Político Administrativo. O Viaduto do Despraiado, o da viaduto da UFMT, construído sobre um cruzamento que formava um gargalo na entrada da universidade e o  Viaduto no Trevo da MT-040 .

Leia também:  Testemunhas, peritos e réus devem ser ouvidos em audiência sobre chacina em Colniza

Trabalhos paralelos – Muito trabalho está por trás das obras que serão inauguradas nas próximas semanas, lembrou o governador Silval Barbosa. Exemplo disso é a troca de “100% do sistema de drenagem da avenida Miguel Sutil”. Também vai ter mudanças nas adutoras da rede de abastecimento de água, na rede de elétrica, no sistema de coleta de esgoto e no sistema de telefonia e fibra ótica.

O governador destacou ainda a construção do Centro de Comando e Controle, que concentrará todas as ações de segurança e está com as obras na fase final. Neste quadro, Silval acrescentou os investimentos realizados no Estado para a melhoria da internet móvel (rede 4G), além das três novas subestações de energia na Região Metropolitana e da ampliação da rede hoteleira com as obras de 11 novos empreendimentos. “Propusemo-nos a fazer grandes transformações na Região Metropolitana e estamos fazendo. Cuiabá será uma das cidades mais modernas do país”, comemorou.

Leia também:  Seleção para estagiários do curso de Direito no MPC-MT segue até 10 de novembro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.