Com tantas mudanças radicais no regulamento, o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, anunciou que o time escolherá o nome do modelo de 2014 através de uma votação popular via Internet. O site da escuderia estará aberto a sugestões no mês de janeiro, quando os fãs poderão dar seus palpites para batizar o novo carro, que terá muitas alterações na parte aerodinâmica e trocará os motores V8 de 2.4 litros por propulsores V6 de 1.6, que também serão alimentados por tencologia híbrida, como baterias elétricas e de recuperação de energia cinética. Os pilotos do time mais tradicional da Fórmula 1 em 2014 serão o espanhol Fernando Alonso e o finlandês Kimi Raikkonen, último campeão mundial com um dos carros vermelhos fabricado em Maranello.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

No tradicional jantar de Natal com a imprensa esportiva italiana no circuito de Fiorano, Montezemolo lembrou que a Ferrari é pioneira no uso da grande rede para promover os novos modelos usados pela equipe na Fórmula 1. Em 1996, o time se tornou o primeiro a fazer um lançamento online. Em 2013, o site da equipe comemorou a marca de 83 mil visitantes simultâneos, um número bem próximo ao de eventos bastante populares, como o casamento do Príncipe William com Kate Middleton, que teve 87 mil pessoas acompanhando ao mesmo tempo, de 158 países.

No Twitter, rede social que a Ferrari está há mais tempo, já são mais de 670 mil seguidores.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.