Se você não consegue emagrecer, culpe seus irmãos. Um estudo da Universidade de Auckland, publicado na revista Scientific Reports, descobriu que os filhos mais velhos tendem a ser mais gordos na idade adulta, entre 40 e 50 anos, do que os irmãos vindos em segundo ou terceiro lugar. As informações são do site inglês Daily Mail.

Os primogênitos também podem ter mais dificuldade em processar o açúcar, têm mais chance de serem diagnosticados com diabetes e câncer, além de sofrerem mais facilmente um ataque cardíaco do que os outros herdeiros.
Apesar dos resultados, os pesquisadores alertam que as conclusões ainda são precipitadas e incompletas, já que as avaliações foram feitas ao compararem os exames médicos de apenas 26 irmãos mais velhos com 24 irmãos nascidos em segundo lugar.

Leia também:  Como reconhecer os 7 sintomas de esgotamento nervoso

Estudos anteriores mostraram também que crianças mais velhas tendem a nascer com a pele mais clara e crescerem mais rápido durante a infância. No entanto, na adolescência, apresentaram níveis maiores de colesterol e outras gorduras no sangue. O estudo não esclareceu ao certo o motivo pelo qual a ordem de nascimento afeta a saúde, mas sugerem que seja porque as arterias que alimentam a placenta e levam todos os nutrientes ao bebê ainda estejam amadurecendo.

Os especialistas alertam que os cuidados com o primeiro filho devam ser redobrados, não só para minimizar os problemas na fase adulta, mas também para zelar a população como um todo. “Qualquer situação adversa com o primeiro filho pode afetar inclusive o crescimento da população”, diz Wayne Cutfield, autor do estudo. Isto porque as mulheres podem não querer ter mais filhos, especulam os responsáveis.

Leia também:  Leguminosas afastam o diabetes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.