O senador Blairo Maggi (PR) anunciou na revista Veja desta semana que vai deixar a política, assim que terminar o seu mandato, em 2018. Na reportagem, Maggi, falou sobre o seu nome estar envolvido no esquema fraudulento que resultou na investigação Ararath da Polícia Federal.

Segundo os dados da PF, Maggi é apontado como destinatário em pelo menos dois empréstimos fraudulentos no valor total de R$ 388 mil. O senador nega todas as acusações e afirma que jamais fez operações com o intuito de receber recursos.

Maggi também destacou na matéria que é muito complicado ser político no Brasil e que por isso vai deixar a carreira pública. “O Brasil tem muitos desses problemas, os interesses são grandes e as pessoas circulam muito próximo do poder. É muito complicado. Para você se enrolar, basta um descuido. Não disputo mais nada. Vou voltar para minha casa e vou ser feliz”, disse o senador a revista.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.