Quando a maré não está boa, ainda pode piorar. No GP da Alemanha deste domingo, Felipe Massa capotou após se chocar com Kevin Magnussen (McLaren) logo na largada (veja no vídeo). Foi a segunda corrida consecutiva que o brasileiro da Williams saiu na primeira volta. Na etapa anterior, o paulista foi tirado por Kimi Raikkonen, que havia rodado sozinho. A sorte, definitivamente, não tem sido amiga do brasileiro em 2014. São quatro acidentes com abandonos em dez etapas disputadas – em nenhum deles, foi considerado culpado pela direção de prova. Além disso, ainda acumula uma batida com Marcus Ericsson da Caterham, durante o treino classificatório em Mônaco. Das corridas restantes, poucas transcorreram normalmente. Pit stops lentos e até o famoso “Faster than you” assombraram o piloto brasileiro.

Relembre os outros infortúnios de Massa em 2014:

GP DA AUSTRÁLIA

Kobayashi “kamikaze” em Melbourne

Após ser o único piloto a não ter problemas no carro durante a pré-temporada, Massa viu a maré virar logo na primeira curva da primeira corrida, na Austrália. Depois de ver a Williams não render bem por causa da chuva no treino, teve que se contentar com o nono lugar no grid. Na largada, ele foi o único acertado em cheio por Kamui Kobayashi, que vinha desgovernado por causa de uma falha no freio em sua Caterham.

Leia também:  União e Luve decidem o Estadual Sub-19

GP DA MALÁSIA

“Faster than you” em Sepang

Na etapa seguinte, na Malásia, a chuva voltou a atrapalhar as Williams na classificação. Na corrida, o brasileiro foi confrontado com um grande “fantasma” de sua carreira. Ouviu pelo rádio a frase “Valtteri está mais rápido que você”, mensagem que remeteu ao famoso episódio do “Fernando está mais rápido que você”. Mas diferentemente do GP da Alemanha de 2010, o brasileiro se recusou a deixar o parceiro passar e cruzou em sétimo. A atitude gerou um desconforto inicial na equipe, que, dias depois, pediu desculpas a Massa.

GP DA CHINA

Lambança da Williams em Xangai

Depois de um sétimo lugar sem incidentes no Bahrein, o brasileiro voltou a penar na China. Dessa vez, em razão de uma lambança da Williams. No primeiro pit stop do brasileiro, os mecânicos da equipe se confundiram e trocaram os pneus traseiros entre si. Ao perceberem o equívoco, eles se corrigiram, mas tiveram muita dificuldade para fixar as rodas corretamente por as terem forçado antes. Felipe ficou uma “eternidade” nos boxes, caiu para a última posição e completou em 15º, longe da zona de pontuação.

Leia também:  Título da Champions pode fazer CR7 alcançar Messi

GP DE MÔNACO

Batida no treino no principado

Na Espanha, Massa teve desempenho discreto e terminou em 13º. Na etapa seguinte, em Mônaco, a falta de sorte veio logo no treino classificatório. Com um tempo que lhe garantia uma vaga no Q2, o brasileiro vinha em uma volta de desaceleração quando viu a aproximação de Marcus Ericsson, da Caterham. Massa deixou o caminho aberto, mas sueco se precipitou, errou a freada e atingiu a Williams. Sem poder continuar no treino, Felipe largou em 16º, fez uma boa corrida de recuperação e chegou em sétimo.

GP DO CANADÁ

Batida com Pérez na última volta em Montreal

No Canadá, Massa fazia uma bela corrida e, nas voltas finais, estava em quinto, brigando por um lugar no pódio com Sergio Pérez e Sebastian Vettel. Na abertura da última volta, o brasileiro tentou passar o mexicano, mas os dois se tocaram e bateram forte. A direção de prova considerou Pérez culpado. Os dois trocaram acusações depois da corrida.

Leia também:  Pesso chega e começa a montar o União

GP DA INGLATERRA

Tirado por Kimi na 1ª volta em Silverstone

Após conseguir uma surpreendente pole position na Áustria e chegar em quarto, Massa viu a maré de azar voltar novamente na Inglaterra. No chuvoso treino, Williams e Ferrari vacilaram na previsão do tempo e seus pilotos acabaram eliminados no Q1. Largando em 15º, o brasileiro teve um problema na embreagem na largada, ficou parado e saiu depois de todos os demais pilotos. Enquanto isso, ainda a primeira volta, Raikkonen saiu da pista e, ao tentar voltar com velocidade, pegou um desnível da grama para a pista e perdeu o controle de sua Ferrari. O finlandês atingiu o guard rail e cruzou a pista sem rumo. Massa, que vinha atrás, tentou desviar, mas acabou sendo coletado pelo finlandês.

A série de incidentes que fogem de seu alcance tem impedido Massa de conseguir o melhor resultado possível. O que reflete diretamente na tabela de classificação. Com a Williams a cada etapa se consolidando como a segunda força do campeonato, atrás apenas da Mercedes, seu companheiro Valtteri Bottas já é o quinto com 91 pontos, com direito a três pódios consecutivos, enquanto o brasileiro é apenas o décimo, com 30. Confira a classificação completa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.