Vereadores estão presos - Foto: Montagem/ Reprodução
Vereadores estão presos – Foto: Montagem/ Reprodução

A situação dos vereadores presos em Nova Ubiratã esta semana por tráfico de drogas não para de piorar. Além de serem acusados de aliciarem pelo menos sete adolescentes para a venda de drogas dentro de uma escola do município eles são acusados de articular a execução de um soldado e um sargento da Polícia Militar que coibiam o tráfico na região.

De acordo com o Promotoria de Justiça, os vereadores Reinaldo de Freitas e José Itamar Marcondes como financiadores da quadrilha chegaram a oferecer R$15 mil para que os policiais fossem mortos. O acordo só não foi fechado porque uma das pessoas envolvidas não aceitou a proposta.

Conforme o Ministério Público, a quadrilha começou a ser desmantelada com a operação “Pistolagem em Neve Branca” realizada pela Polícia Judiciária Civil em parceria com a Polícia Militar. Foi constatado, durante as investigações, que a associação criminosa era chefiada pelos vereadores.

Leia também:  Com uma foice homem tenta roubar casa e é detido por populares
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.