Para planejar o lançamento da chapa majoritária do próximo sábado (23), na Vila Operária, e traçar outras estratégias para o pleito 2014, um público de aproximadamente 350 pessoas foi até o diretório do PPS, no bairro Cascalhinho, na noite da última terça-feira (19). O prefeito de Rondonópolis Percival Muniz (PPS) e grande líder do partido no estado esteve presente e mostrou confiança no preparo político e pessoal do candidato da sigla na região sul para uma vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Reginaldo Santos (PPS). Muniz chegou a afirmar em meio a reunião política que Santos reúne características que lhe farão cumprir um papel de deputado estadual melhor que ele próprio fez quando exercia o cargo legislativo.

Leia também:  Manifestantes vão pra frente de empresa de Ministro, mas se negam dialogar

Percival foi incisivo e pontuou as maiores virtudes do correligionário. “Eu vi o Reginaldo nascer praticamente. E ele será um deputado constituído plenamente por movimentos populares, já que tem chances mais do que reais de vitória. Ele adora o que faz, corre atrás das demandas, tenta de um jeito e de outro até conseguir. Eu tenho convicção que por toda esta dedicação ele será um deputado exemplar, melhor inclusive do que eu fui”, discursou.
O evento ainda contou com a presença da mulher do ex-prefeito de Rondonópolis Adílton Sachetti (PSB), Rose Sachetti, e da esposa do candidato ao senado Rogério Salles (PSDB), Marília Salles, além de vários apoiadores e simpatizantes do projeto que já ficou conhecido por quarteto limpo, com Reginaldo para estadual, Sachetti federal, Salles para o senado e Pedro Taques (PDT) para o Governo do Estado.

Leia também:  Deputado é condenado a indenizar Município de Rondonópolis

Liderança política de boa envergadura em Mato Grosso, a irmã do prefeito Percival, Ádria Muniz, também foi ao diretório e concordou com o irmão ao enaltecer as peculiaridades políticas de Reginaldo. “Hoje já está mais do que provada a liderança que ele (Reginaldo) exerce. Eu não tenho nenhum receio do Reginaldo virar deputado estadual porque sei que ele continuará extremamente acessível como sempre foi. E eu sei o quanto ele é apaixonado por Rondonópolis”, avaliou a ex-presidente do diretório local do PPS.

“O prefeito de Rondonópolis atualmente virou governador de 18 municípios porque o estado não está fazendo a parte dele. Os deputados estaduais de Mato Grosso aprovaram um corte de 50% dos repasses na saúde e arrebentaram com as prefeituras. O que nós precisamos é fortalecer todos os propósitos num só. A mudança deve ser geral e por isto que peço voto para nossa candidatura, para o Adilton para federal, Rogério para senador e Taques para governo. Nenhum de nós quatro ocupamos o cargo que pleiteamos e eu estou convicto que nós podemos virar uma página na história do nosso estado”, finalizou.

Leia também:  Lixeiras serão instaladas na 'avenida da Ponte Nova'
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.