Equipe que fez apreensão -  Foto: Assessoria
Equipe que fez apreensão – Foto: Assessoria

A Vigilância Sanitária de Itiquira em parceria com Fiscais Tributários, fizeram nesta terça-feira (04), uma grande apreensão de produtos vencidos nos comércios do município. Entre eles estão 132 caixas de cerveja em lata que foram apreendidos em um único estabelecimento, entretanto, o proprietário do local ficará impune.

Conforme o fiscal sanitário Armando Pinheiro de Oliveira, responsáveis pelas empresas que foram flagradas com inconformidades durante esta operação e anteriores, não serão punidos. Acontece que o Código Sanitário do município está desatualizado.

“Não podemos multar, é preciso que o Poder Público revitalize nosso código”, conta o fiscal.

Armando Pinheiro de Oliveira conta que apesar da grande quantidade, as apreensões foram feitas devido a um trabalho de rotina.

Leia também:  Ação conjunta entre MP, Ibama, PJC e PM Ambiental "desmancha" fazendas de gado e apreende madeira ilegal

“Frequentemente no município temos apreendidos itens fora da validade, amassados ou sem condições de uso, porém esta é a 1ª vez que encontramos um volume maior”, explicou o fiscal.

Os ficais sanitários esperam que a partir de 2015 o código esteja pronto para poder cobrar mais rigor dos comerciantes locais.

CASO ATÍPICO

Produtos apreendidos - Foto: Assessoria
Produtos apreendidos – Foto: Assessoria

No caso das 132 caixas de cerveja, Armando conta que ambas foram apreendidas dentro de um freezer exposto a venda.

“O proprietário alegou que seria troca, mas o correto é isolar estes produtos e colocar dentro de um depósito, com informativo indicando que está vencido e será troca”, finalizou ele.

O fiscal deixa a orientação para que a população passe a observar o prazo de validade de qualquer produto na hora da aquisição já que a ingestão de produtos estragados pode provocar vários sintomas prejudiciais à saúde e até levar a morte.

Leia também:  Governo divulga cronograma de pagamento do segundo semestre

Envie-nos fotos, vídeos sugestões de matérias e denúncias através do e-mail [email protected] ou pelo aplicativo WhatsApp do AGORA MT 66 8137-1114

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.