A campanha de vacinação contra a poliomielite e o sarampo começa no próximo dia 08 de novembro e segue até 28. Os dias de mobilização nacional, quando postos de todo país ficam abertos para intensificar a campanha, serão nos sábados dias 08 e 22.

Em Mato Grosso serão vacinadas 225.624 crianças contra a poliomielite e 199.962 contra o sarampo. A meta é vacinar 95% deste público alvo. O Estado recebeu 315.900 doses de vacina da Poliomielite e 130.00 doses da vacina de sarampo.

No caso da poliomielite, crianças a partir de 6 meses até 5 anos incompletos deverão ser vacinadas. Já na imunização contra o sarampo, a faixa etária do público-alvo é a partir de 1 ano até 5 anos incompletos. O Ministério da Saúde recomenda a vacina injetável para as crianças acima de 6 meses que estão com o esquema de vacinação atrasado.

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave. Na maioria dos casos, a criança, quando infectada, não morre, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso e provocam paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores.

A vacina oral poliomielite (VOP) é segura e são raras as reações associadas ao seu uso nas duas primeiras doses do esquema básico. Com a introdução da vacina inativada poliomielite (VIP) em 2012 substituindo estas duas primeiras doses, o risco é considerado baixíssimo. Quanto à vacina tríplice viral, são poucas as reações como febre ou dor no local da administração, sendo geralmente bem toleradas.

Já o sarampo é uma doença viral aguda grave e altamente contagiosa. Os sintomas mais comuns incluem febre alta, tosse, manchas vermelhas, coriza e conjuntivite. A transmissão acontece de pessoa para pessoa por meio de secreções expelidas ao tossir, falar ou respirar. A única forma de prevenção da doença é a vacinação.

Para a realização da campanha estarão disponíveis em Mato Grosso 800 postos espalhados por todo o estado, 1.500 profissionais de saúde e conta com a mobilização dos 141 municípios para que sejam cumpridas todas as fases da imunização. Estas vacinas após o período da campanha ficam disponíveis nos postos de saúde do Sistema Único de Saúde.

Advertisements
Leia também:  Mato-grossense só paga 1% das multas ambientais, revela levantamento

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.