É como diz o velho ditado, dois bicudos não se beijam, e assim é a relação entre o deputado eleito José Carlos do Pátio (SSD) e o seu colega de partido, Adalto de Freitas, ou simplesmente Daltinho.

Já no ano passado pouco tempo antes das eleições os dois se estranharam no âmbito partidário, Daltinho como presidente regional da sigla, estava prestes a expulsar Pátio do partido que ficaria impossibilitado de concorrer às eleições, mas em uma movimentação de bastidores, Pátio conseguiu se livrar da ameaça.

O tempo passou e Pátio se elegeu com certa facilidade, mas agora seu inimigo íntimo dentro do partido resolveu atacar novamente e ingressou com uma ação para impedir que o Tribunal Regional Eleitoral (TER) expeça o diploma de Pátio e consequentemente a sua posse.

Leia também:  Pedro Taques em Rondonópolis

A ação foi impetrada em 23 de dezembro sob a alegação que Pátio seria “ficha suja”, já que o ex-prefeito rondonopolitano foi condenado por abuso de poder econômico em colegiado. Pátio foi cassado em 2012 sob a acusação de distribuir camisetas às vésperas da eleição de 2008.

Agora resta saber qual será o próximo capítulo da novela do “perseguido” Zé do Pátio e do seu novo algoz, Daltinho.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.