Produtores de Mato Grosso já colheram soja em 2% do total de área plantada na safra atual, o equivalente a 8,9 mil hectares, até o dia 8 de janeiro. O dado da colheita parcial é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que aponta um crescimento em relação à safra 2013/2014. Em quase todas as regiões do Estado, exceto na Oeste, o percentual de colheita aumentou no mesmo período, e os produtores contam com o bom tempo para que o ritmo se mantenha o mesmo até o final de fevereiro.
“O clima está ajudando muito a colheita, estamos tendo bastante sol e isso influencia. Mas o ritmo está normal e vai se intensificar a partir das próximas semanas. O forte mesmo será a partir da segunda semana de fevereiro, em virtude do atraso do plantio no ano passado, com a estiagem”, comentou o vice-presidente da região Norte da Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Silvésio de Oliveira. Sua região já tem um percentual de 1,9% de soja colhida, segundo assessoria.
Embora tenha tido uma queda de quase 50% do total colhido durante o mesmo período do ano passado (de 8,4% para 4,9%), o Oeste de Mato Grosso foi o que mais colheu até agora, com 1.089 hectares de área. Já onde ainda não se iniciou a colheita foi nas fazendas do Leste, cujos produtores, historicamente, plantam e colhem mais tarde.
“Aqui, a colheita só inicia no final de janeiro mesmo. Normalmente, planta-se mais tarde e, nesta safra, por conta do atraso do plantio, será um pouco mais tarde ainda. Estamos esperando para o final de janeiro e início de fevereiro”, salientou o vice-presidente da Aprosoja na região, Endrigo Dalcin.
Outra região onde já se comemora o andamento da colheita é no Sul de Mato Grosso. Em parte das áreas plantadas já se conseguiu colher ainda antes do Réveillon, onde o algodão já está inclusive sendo plantado, segundo o vice-presidente da Aprosoja na região, Alexandre Schenkel.
“Acredito que até o início da próxima semana, já teremos 3% das áreas colhidas. Vimos propriedades extensas colhendo antes do Ano Novo, o que historicamente não acontece. O ritmo está muito bom e já estamos plantando algodão sobre essas áreas”, informou o produtor. A região já colheu, conforme o Imea, em 2,4% da área plantada (1,9 mil ha).
Porém, de acordo Schenkel, como a janela de plantio no Sul e no Sudeste compreendeu um período maior, de 15 de setembro a 15 de novembro, a colheita da soja deve se estender até depois de fevereiro. “Nesta safra não foi plantado tudo numa etapa só, tivemos uma situação atípica em virtude da estiagem maior. Por isso, colheremos até fevereiro ou mais”, finalizou.

Leia também:  Dia das Crianças: Comércio estima aumento de 100% nas vendas em Rondonópolis | TV Agora
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.