O mês de fevereiro foi marcado pela valorização das cotações internas da soja em reflexo ao dólar que está sendo a bola da vez desde o final do ano passado, quando começou a sua subida.

Os ganhos nas cotações elevaram os preços médios de vendas de fevereiro para valores acima do custo total da safra atual, estimulando as vendas de 2,6 milhões de toneladas. Com este volume, a comercialização totalizou até fevereiro 59,4% ou 16,5 milhões de toneladas.

As negociações não apresentaram volumes ainda maiores, em grande parte, devido à greve dos caminhoneiros que desestimulou as negociações no final do mês. Assim, mesmo com os bons volumes negociados, a safra, ainda, apresenta atraso em suas vendas com relação à 2014.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (26/06/17) em Rondonópolis

Com as novas altas registradas no dólar em março, acredita – se que o mesmo continuará sendo o motor das negociações a curto prazo, reduzindo os impactos negativos dos baixos preços externos neste ano.

As informações são baseadas em pesquisa realizada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.