Especialista nos 200m rasos para atletas com deficiência física, o americano Ranjit Steiner teve a sua prótese de perna roubada em San Francisco, Estados Unidos, nesta quinta-feira. O objeto, que vale R$ 74 mil (US$ 25 mil), estava dentro do carro do corredor. Formada por uma lâmina de fibra de carbono e titânio, a prótese era específica para a prática de atividades físicas, uma vez que ela permite que se execute corretamente os movimentos da corrida.

O furto aconteceu no dia do 24º aniversário de Steiner, que busca uma vaga nas Paralimpíadas do Rio, no ano que vem. O atleta afirmou que descobriu o furto quando estava dirigindo para o trabalho, ao perceber a janela traseira do carro amassada. Além da prótese, os ladrões levaram um computador portátil. Steiner acredita que o furto aconteceu quando o carro estava estacionado no distrito de Mission.

Leia também:  União faz resultado e fica com título no sub-19

– O carro vai ser recuperado, o computador também. O problema é a minha prótese, pois não posso treinar sem ela. Não há valor algum para quem não possa usar essa coisa – desabafou Ranjit Steiner em seu perfil no Facebook.

O corredor disse ainda que espera que o seguro cubra o furto da prótese, caso a polícia não encontre o objeto. Enquanto não resolve o caso, Steiner praticará atividades físicas com uma prótese improvisada, montada com peças de reposição.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.