Quem pensou que a ida de um vereador para a Coder seria mais uma maneira de adiar a solução dos problemas da Companhia e que isso duraria pouco parece que se enganou.

Segundo fonte da Coluna Bastidores o vereador licenciado e agora Presidente da Coder, Rodrigo Lugli (PSDB), pretende ficar até março do próximo ano à frente da entidade. Porém essa decisão cabe mesmo ao prefeito Percival Muniz (PPS) que deverá avaliar os trabalhos desenvolvidos.

Março é o prazo final da justiça para que ele volte ao cargo e tente a reeleição a vereador.

Advertisements
Leia também:  Projeto de 2015 pode interferir em situação de residenciais

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.