Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

O suplente de deputado Luiz Carlos Magalhães Silva (PSD), o ‘Luizinho Magalhães’, foi condenado pela juíza Maria das Graças Gomes Costa, da 45ª Zona Eleitoral, em Rondonópolis, pelo crime de compra de votos nas eleições de 2010. Ele teve os direitos políticos suspensos e recebeu pena de 1 ano e 2 meses de prisão, que será substituída em prestação de serviços comunitários.

A decisão foi publicada ontem (4). Conforme a ação, o crime ocorreu no dia 1º de outubro de 2010, antevéspera das eleições gerais. Na ocasião, policiais federais foram acionados para verificar uma suposta compra de votos. Ao chegar no local, os policiais encontraram uma aglomeração de pessoas e veículos ao redor do comitê eleitoral do candidato.

Leia também:  Projeto prevê o plantio de árvores frutíferas em APP’s e terrenos baldios da cidade

No comitê, os policiais depararam com Luizinho e os cabos eleitorais Pércio Viana e Vagna Batista da Silva, onde estavam sendo distribuídos tickets de vale combustível acompanhados de propaganda eleitoral do político a eleitores de Rondonópolis. Ainda conforme os policiais federais, havia uma lista de beneficiários previamente elaborada a qual seriam destinados os ‘vales-combustíveis’.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.