Veículo apreendido pela polícia - Foto: PJC
Veículo apreendido pela polícia – Foto: PJC

Um assaltante de banco na modalidade Novo Cangaço foi preso na noite deste sábado (18), pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, da Polícia Judiciária Civil, de Cuiabá (215 Km de Rondonópolis), quando se preparava para roubo na região do Pedra 90.

O suspeito, José Ronaldo dos Santos, 39 anos, conhecido por “Aldo”, é condenado a mais de 11 anos de prisão, pelo roubo em uma agência bancária no município de Aripuanã, ocorrido em 2010. Ele foi preso na região de chácaras do bairro Pedra 90.

O delegado da Derf, Frederico Murta, informou que a operação foi montada a partir de denúncia ao Núcleo de Inteligência da Especializada, sobre pessoas armadas que estariam se preparando para efetuar um roubo na região do bairro do Pedra 90.

Leia também:  Suspeito de matar ex-mulher por não aceitar fim do casamento morre em acidente de moto

Conforme Murta, uma equipe se deslocou até a região para identificar os veículos conduzidos pelos suspeitos. “Quando se deslocavam por uma estrada que dá acesso a uma região de chácaras, a equipe cruzou com os dois veículos se deslocando em comboio, e passou a acompanhar”, disse o delegado.

Na abordagem aos veículos, o motorista de uma caminhonete L 200 obedeceu o sinal de parada e encostou o veículo, enquanto o motorista de um veículo Hyundai Santa Fé empreendeu fuga em alta velocidade na direção do bairro Pedra 90.

O motorista do veículo L200 era José Ronaldo, que mesmo tentando se passar por outra pessoa, foi devidamente identificado e como possuía mandado de prisão em aberto, recebeu voz de prisão.

Leia também:  Vila Rica | Gêmeos em bicicleta morrem atropelados por carreta

Com o apoio da Polícia Militar, foi realizado o cerco na região e após algumas diligencias, o veículo Santa Fé foi encontrado abandonado a poucas quadras do local da abordagem.

Os dois veículos foram apreendidos e serão submetidos a perícia. O assaltante será encaminhado ao Sistema Prisional da Capital. Ele responde por formação de quadrilha e roubo a banco.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.