Gabriel Medina - Foto: Reprodução
Gabriel Medina – Foto: Reprodução

Primeiro brasileiro campeão do mundo, Gabriel Medina está processando a Nestlé. O surfista alega uso indevido de imagem no site e facebook do achocalatado Nescau em ação avaliada em R$ 200 mil.

Pelo uso indevido, Medina pede a suspensão de toda e qualquer publicidade sob pena de multa diária de R$ 50 mil. O advogado do surfista ainda quer uma indenização por danos morais e materiais causados ao campeão do mundo.

Em parte do processo, o advogado do atleta alega que ele está sendo prejudicado com a campanha, pois tem contrato com a Ambev, detentora da Toddy, concorrente da Nescau.

Medina conseguiu uma liminar, e a Nestlé terá de pagar multa diária de R$ 50 mil, com no máximo R$ 300 mil, se continuar usando a imagem.

Leia também:  Novo complexo para Politec é debatido em audiência pública

Procurada para comentar o assunto, a assessoria de imprensa da Nestlé não atendeu as ligações.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.