Os vereadores Ibrahim Zaher (PSD) e Carlos Vanzeli (PDT) ingressarão nos próximos dias com ação popular com pedido de liminar na Justiça Federal solicitando a suspensão da cobrança de pedágio nas praças da rodovia BR 163/364 de Rondonópolis a Cuiabá devido às más condições da pista que acarretam falta de segurança para quem trafega no trecho.

A ação será protocolada assim que fizerem a juntada de documentos e embasamento legal. A intenção é que isso aconteça após o carnaval.

Ibrahim esteve no Ministério Público Federal (MPF) reivindicando a suspensão da cobrança do pedágio no final de novembro.  Na oportunidade, o Procurador da República, Guilherme Rocha Gopfert, destacou que iria solicitar das empresas envolvidas na cobrança e reparação da pista os documentos necessários para a verificação da legalidade da cobrança do pedágio.

Leia também:  Vereador solicita reforma de ponte e garante o conserto do poço artesiano que abastece a região

A informação do MPF é que foi criado um procedimento preparatório e que as empresas já teriam enviado parte das informações solicitadas.

Os vereadores querem conseguir através de uma ação popular, a suspensão imediata da cobrança pois entendem que a população está pagando por um serviço e não está obtendo benefício algum.

O trecho em questão é onde se encontram as rodovias BRs 163 e 364 com trânsito intenso de caminhões, bitrens e carros, ligando o Sul ao Norte do estado e sendo o principal corredor de escoamento da safra.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.