A Secretaria de Estado de Saúde (SES) distribuiu aos 141 municípios mato-grossenses 300 mil Cadernetas de Saúde para adolescentes, sendo 150 mil para os meninos e 150 mil para as meninas. O objetivo é garantir a Política Estadual de Atenção Integral à Saúde do Adolescente e Jovem. O material é desenvolvido pelo Ministério da Saúde e visa apoiar meninos e meninas entre 10 e 19 anos na fase de mudanças e descobertas próprias da adolescência.

“O material serve de instrumento de apoio aos profissionais no atendimento dessa população, de forma a garantir a promoção à saúde e a prevenção de agravos das crianças e dos adolescentes”, disse a coordenadora da área Saúde do Adolescente e Jovem, da SES, Cleidi Eliane de Souza ressaltando que o material está disponível nas unidades básicas de saúde, conforme a distribuição realizada por cada município pelo Escritório Regional de Saúde.

Leia também:  Mato Grosso é responsável por 26,5% do desmatamento total da Amazônia

A coordenadora explica que a Caderneta é um documento importante para acompanhar a saúde e o desenvolvimento do adolescente. “Os dados da Caderneta funcionam como um tipo de prontuário e é fundamental sua apresentação toda vez que o adolescente for atendido por um profissional de saúde”.

Temas como a evolução do corpo feminino e masculino da infância à vida adulta, dicas de alimentação saudável, aparecimento de espinhas, violência sexual, sexo seguro, gravidez e direitos e deveres dos adolescentes são informados na Caderneta. Além disso, é possível fazer o controle da vacinação, com o registro das vacinas que devem ser aplicadas ainda na adolescência.

O material conta ainda com espaço para identificação detalhada de informações sobre altura e peso, índice de massa corporal, pressão arterial, evolução dos dentes, registro de alergias e doenças, além de informações sobre o clico menstrual, no caso da Caderneta da Adolescente.

Leia também:  Cerca de 20% dos servidores da Politec não fizeram o recadastramento em 2017

Política de Saúde

Para organizar todas as ações e atividades voltadas aos adolescentes e jovens, além de monitorar o funcionamento dos projetos, a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso possui uma área técnica exclusiva que realiza durante todo o ano diversas ações para a promoção, prevenção e recuperação dos agravos que podem acometer os adolescentes, garantindo assistência integral a esse público.

A Política Estadual de Atenção Integral à Saúde do Adolescente e Jovem desenvolvida pela área técnica da Saúde do Adolescente e Jovem, da SES, tem por eixo central o crescimento e desenvolvimento saudável, a saúde sexual e reprodutiva e a redução da morbimortalidade por causas externas.

Entre os temas trabalhados está a prevenção da violência contra o adolescente e o jovem, a identificação e tratamento de doenças como tuberculose e hanseníase e o acompanhamento e avaliação das condições de saúde. Também são acompanhadas a avaliação nutricional e promoção da alimentação saudável e a promoção da saúde sexual e reprodutiva, assim como a saúde oftalmológica.

Leia também:  Cuiabá será sede do 1º Encontro Mato-grossense de Aleitamento Materno

Um dos programas desenvolvidos pela área técnica é o Programa Saúde na Escola (PSE) que visa à atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e jovens do ensino público básico, no âmbito das escolas e unidades básicas de saúde. As ações do PSE são realizadas pelas equipes de saúde e educação de forma integrada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.