Prf dando seguranca aos movimentos sociais unitarios e associações - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
PRF dando segurança aos movimentos sociais unitários e associações – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

As rodovias do estado de Mato Grosso (MT) amanheceram bloqueadas nesta segunda-feira (20). Em Rondonópolis aproximadamente 200 pessoas membros dos Movimentos Sociais Unitários e Associações, trabalhadores rurais ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) bloquearam a BR-364.

Movimentos sociais unitarios e associações interditam a Br 364 e causa fila de caminhoes - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Fila de veículos  – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Além de Rondonópolis, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) os protestos ocorrem na BR-070, entre Barra do Garças e Nova Xavantina, BR-163 entre Sinop e Itaúba, e na BR-364 em Rosário Oeste.

Os manifestantes fecharam as rodovias usando pneus e permitem a passagem apenas de ônibus e ambulâncias pelos bloqueios.

Movimentos sociais unitarios e associações interditam a Br 364 em Rondonopolis - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Movimentos sociais unitários e associações interditam a BR-364 em Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Os membros cobram medidas relacionadas à reforma agrária em Mato Grosso, como o assentamento das famílias acampadas no estado, manutenção de programas sociais, realização de audiências com o governo para debater a situação das terras públicas. Eles também pedem audiências com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e denunciam violência ocorrida no campo contra trabalhadores.

Leia também:  Simpósio sobre dignidade humana será realizado em Rondonópolis
Maria de Fat'ima Moraes - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Maria de Fátima Moraes – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

De acordo com a coordenadora de alimentação do Movimento de Luta pela Terra (MLT) Maria de Fátima Moraes, o bloqueio iniciou às 8h e segue até às 10h40. Após esse período os manifestantes devem realizar uma pausa para o almoço e retornar das 14h  às 16h40.

Ainda conforme a coordenadora, o bloqueio segue nesta terça-feira (21) e quarta-feira (22).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.