Foto: Divulgação / Sindpss-MT
Foto: Divulgação / Sindpss-MT

Após mais de 30 dias em greve pela recomposição da Revisão Geral Anual (RGA), os servidores do sistema socioeducativo de Mato Grosso decidiram, em assembleia, na manhã desta quarta-feira (06) pelo encerramento do movimento.

“Tendo em vista de que muitas categorias retornaram da greve e irão a partir de agora brigar na justiça por esse direito, nós do sistema socioeducativo também entendemos dessa forma e resolvermos colocar fim ao movimento grevista e retornar a normalidade das atividades nas unidades do Estado”, explicou o presidente do presidente do Sindicato da Carreira dos Profissionais do Sistema Socioeducativo do Estado de Mato Grosso (SINDPSS), Paulo César de Souza.

Na oportunidade ainda, o presidente da categoria parabenizou todos os servidores pela participação e pela luta durante todo o período de greve.

Leia também:  Após articulação do MPE, escola sonhada há mais de 10 anos vai se concretizar

“Nós temos no sistema socioeducativo verdadeiros guerreiros que durante todos esses dias estiveram conosco, participando, nos apoiando e lutando de forma digna, então, nossos sinceros agradecimentos a todos vocês que não esmoreceram e que não se deixaram abater”, falou Paulo.

COMISSÃO DE GREVE – Também ficou definido durante a assembleia, que a comissão que esteve a frente desse movimento grevista irá se estabelecer como comissão permanente na luta pelo socioeducativo de Mato Grosso em ações futuras propostas pelo SINDPSS/MT.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.