Divulgação
Divulgação

O menino de 5 anos que foi resgatado nesta quarta-feira sob os escombros de um edifício alvo de um bombardeio aéreo, em Aleppo, no norte da Síria, e cuja imagem comoveu o mundo, passa bem. Segundo informações do site de notícias “NBC News”, Omran Daqneesh foi encaminhado para um hospital local, identificado apenas como “M10” (nomes das unidades de saúde são codificadas por médicos para evitar atentados), no distrito de Qaterji, onde foi tratado de ferimentos na cabeça e, em seguida, liberado.

A imagem do menino comoveu o mundo: ele aparece em choque, de shorts, sujo de sangue e completamente coberto de poeira, enquanto aguarda atendimento médico em uma ambulância. Ainda de acordo com a publicação, o pequeno não sofreu danos cerebrais, apesar dos ferimentos.

Leia também:  Advogada ataca ministro e o chama de 'cocaleiro'

A publicação informa ainda que o menino foi resgatado dos escombros ao lado de seus pais e outros três irmãos, com idades de 1, 6 e 11 anos. O edifício desabou por completo após o resgate da família.
Segundo Mahmoud Raslan, que registrou a foto, Omran e o irmão mais novo foram levados para o hospital logo após o resgate, mas a irmã mais velha ficou no local para acompanhar o salvamento da mãe.
“Enviamos as crianças mais novas imediatamente para um ambulância, mas a menina de 11 anos esperou pelo resgate da mãe. O tornozelo dela (da mãe) estava preso nos escombros”, contou Raslan.

No ataque, ao menos 33 civis e 19 rebeldes morreram, segundo dados dados divulgados pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) na quarta-feira. A maioria dos civis morreu nos distritos de Al Sajur e Tariq Al Bab, controlados por um grupo armado de oposição.

Leia também:  Mãe é investigada por tentar enviar recém-nascido enrolado em plástico para orfanato na China
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.