O Núcleo de Ações de Competência Originária do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (NACO) e o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO), integrado por Promotores de Justiça, Delegados de Polícia, Policiais militares e civis, deflagrou hoje a “Operação Sorrelfa”, com o objetivo de investigar crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Estão sendo cumpridos neste momento sete mandados de busca e apreensão no município de Sinop e três no Estado de Santa Catarina. Todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso.

Em Sinop os mandados estão sendo cumpridos,dentre outros locais, no gabinete do Prefeito Municipal e da secretária municipal de Assistência Social (primeira dama) e na residência de ambos.

Leia também:  Família de advogado de Riva é feita refém a mais de 6 horas; Bope tenta negociar

Estão envolvidos na “Operação Sorrelfa” 35 agentes e quatro Oficiais da Policia Militar, nove policiais civis, dois delegados e nove Promotores de Justiça que contam também com o apoio do GAECO de Santa Catarina.

Em breve mais informações.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.