Foto: assessoria
Foto: assessoria

Uma das questões mais abordadas e reivindicadas pela população durante as andanças do candidato Rogério Salles – 45 da coligação “Rondonópolis merece mais”, pela cidade, é quanto às filas e pernoites em condições degradantes e obrigatórias, que as pessoas são obrigadas a se submeterem se quiser conseguir uma simples senha para consulta médica com especialista ou não; ou mesmo um exame médico laboratorial.

Apesar da propaganda oficial, infelizmente as pessoas ainda são submetidas a condições humilhantes tendo que passar a noite numa fila de espera num PSF para conseguir uma simples senha para consulta médica, e depois ainda perder parte do dia, esperando pela consulta que normalmente dura muito pouco.

Leia também:  Deputado solicita que R$ 2 milhões do duodécimo seja destinado Instituo Lions da Visão

Outra reclamação geral é quanto às longas filas de espera no Laboratório Central, onde as pessoas, incluindo idosos, gestantes e crianças, tem que enfrentar durante a madrugada para conseguir realizar os exames solicitados.

Mas não para por aí: quando o paciente consegue realizar toda essa maratona de esforço físico e mental, ainda encontra outro problema que é a demora na marcação do retorno médico para apresentar os exames realizados. Muitas vezes esse prazo chega há meses, e até anos.

Isso acaba redundando em prejuízos tanto aos pacientes que podem ter sua enfermidade agravada por fata da medicação necessária em tempo hábil, já que o médico não chegou a ver o exame e, portanto, tornou inútil o mesmo; quanto o prejuízo financeiro aos cofres públicos que pagou por um serviço que não serviu pra nada.

Leia também:  Pátio quer tornar Rondonópolis referência em educação

As pessoas estão percebendo a seriedade das propostas de Rogério Salles de modernizar o sistema de gestão da saúde interligando toda a rede, tornando-a mais ágil e eficiente, bem como, a necessária qualificação e capacitação dos servidores, que ao final, vão por fim às mazelas ainda existentes garantindo atendimento mais humanizado a população. “Nós podemos, e vamos fazer mais e melhor, com os mesmos recursos disponíveis hoje em dia! Para isso vamos investir em planejamento e parcerias, ouvindo os reais anseios das comunidades”, assegura o candidato.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.