Reunidos na sede da Federação Matogrossense de Futebol oito das dez agremiações começaram a discutir o Campeonato Mato-grossense de 2017. Debatendo sobre formula de disputa, regulamento da competição e início do estadual, os dirigentes definiram algumas posições importantes para a competição que valerá duas vagas na Copa do Brasil 2018. Não participaram do Conselho Arbitral os dirigentes do Cacerense e do Araguaia.

Ficou definido que se os dez clubes (Araguaia, Cacerense, Cuiabá, Dom Bosco, Luverdense, Mixto, Operário Várzeagrandense, Operário F.C., Sinop e União) participarem do certame, a competição será realizada com dois grupos sendo cinco times cada. Estarão classificados para as semifinais os dois primeiros colocados de cada grupo. Neste formato serão rebaixados quatro times, sendo os dois últimos de cada grupo.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor

Caso houver desistência de qualquer clube, o campeonato será realizado em sistema de pontos corridos com os quatro primeiros colocados realizando as semifinais e posteriormente as finais. Caso a competição aconteça com nove clubes, três clubes serão rebaixados. Caso aconteça com oito times, somente dois clubes serão rebaixados.
A intenção dos clubes é que o Campeonato de 2018 seja realizado com apenas oito agremiações.

Ficou determinado pela presidência, em conjunto com os clubes que participaram da reunião, que as agremiações que não participaram do arbitral deverão confirmar a participação até 31 de outubro de 2016.

Com 18 datas previstas no calendário do futebol brasileiro de 2017, o Campeonato Matogrossense deverá começar no último final de semana de janeiro, com a final sendo disputada no final de abril.

Leia também:  Copa do Brasil é a meta de Pesso
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.