Imagem: Polícia no Regional
Viatura da Polícia Militar após a chegada do suspeito baleado no Hospital – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O suspeito Vitor Teixeira da Silva, 20 anos, vulgo ‘Vitinho’ foi morto em um confronto com a Polícia Militar na manhã desta terça-feira próximo de um assentamento na região do Vale de São Lourenço. Ele era acusado de ter participado de uma tentativa que roubo que ocorreu no Jardim Guanabara, onde o cabo da Polícia Militar, Said Francisco Canam, acabou sendo baleado no pescoço e acabou morrendo depois de quatro dias internado.

Imagem: Samu Hospital regional
Samu deixando o Hospital após socorrer o suspeito – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

As primeiras informações são de que a Polícia recebeu a notícia de que o suspeito estava se escondendo naquela região. Os policiais então se deslocaram até lá e conseguiram encontrar o suspeito, houve troca de tiros e ele acabou sendo baleado.

Leia também:  Rapaz morto a tiros após sair da igreja já tinha sido preso acusado de estuprar adolescente

De acordo com o comandante da Força Tática, major Candido, a Polícia estava desde sexta-feira em diligências contínuas a procura do suspeito Vitinho. “De posse da informação da localização do suspeito a guarnição foi para o local, lá havia uma residência e no momento do cerco policial, um homem e uma mulher que era a mãe do suspeito saíram e disseram que Vitinho não estava na casa. Só que momentos depois Vitinho saiu de um dos cômodos da residência com um revólver”, contou o major.

Vitor Teixeira da Silva - Foto: Divulgação
Vitor Teixeira da Silva – Foto: Divulgação

Segundo o comandante, Vitinho apontou a arma para os policiais e foi onde houve troca de tiros. “O suspeito foi baleado, a guarnição o levou ferido até Fátima de São Lourenço onde pegava sinal de celular e chamou o Samu que foi até o local, socorreu Vitinho e o trouxe para o Hospital Regional, mas ele não resistiu e morreu”, afirmou Candido.

Leia também:  Itiquira | Acusado de matar e jogar vítima no rio é preso pela PJC

O major disse que Vitinho possui várias passagens pela polícia e que inclusive ele chegou a ser preso por ter participação em um latrocínio que ocorreu na região rural de Juscimeira  – MT, onde um homem foi torturado e degolado. A Polícia apreendeu a arma que estava com o Vitinho.

Arma encontrada com Vitor Teixeira da Silva - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Arma encontrada com Vitor Teixeira da Silva – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Devid Wilker Alves dos Santos - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Devid Wilker Alves dos Santos – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

De posse do celular encontrado com Vitinho, o Serviço de Inteligência da PM, conseguiu chegar até o segundo suspeito da tentativa de roubo que culminou com a morte do cabo da PM. Ele foi preso em sua casa no bairro Carlos Bezerra, em Rondonópolis. David Wilker Alves dos Santos, 19 anos, confessou que estava com Vitinho no momento da tentativa de roubo e afirmou que os dois já haviam passado diversas vezes pelo local pois já tinham avistado a corrente no pescoço da vítima. E que depois de algum tempo tentaram efetuar o roubo, eles só não contavam com a presença de um PM no local, que aproveitava seu momento de folga para lanchar com a esposa.

Leia também:  Corpo é encontrado nos fundos de motel em estado de decomposição

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.