O Cuiabá Arsenal teve média de público de 3.272 em jogos com mando de campo, válidos pela temporada 2016 da Superliga Nacional de Futebol Americano. Foram cinco partidas, quatro na Arena Pantanal, em Cuiabá, e uma no Mini-Estádio Rogério Jesus de Arruda, em Nossa Senhora do Livramento, que somaram 16.360 pessoas. E o confronto com maior público foi contra o Corinthians Steamrollers, na abertura da competição, na Arena, com 11.798 espectadores.

De acordo com o presidente da Associação Atlética Cuiabá Arsenal (AACA), Paulo Cesar Machado um excelente resultado, principalmente, por se tratar de uma modalidade esportiva jovem em Mato Grosso. Segundo ele, o futebol americano mato-grossense começou como brincadeira em 2002 (cerca de 14 anos atrás) e, posteriormente, só no ano de 2006, nasceu o primeiro clube, o Cuiabá Arsenal. A equipe comemora os dez anos de idade e também a boa média de público.

Leia também:  Copa Federação pode ter jogos às segundas

“Somos de uma modalidade nova no país, nosso clube tem apenas 10 anos, não somos o esporte preferido do brasileiro e, mesmo assim, conseguimos mobilizar uma boa quantia de torcedores para dentro dos estádios. Isso nos deixa realmente emocionados. Ouvir o som da arquibancada cheia é incrível. Só temos que agradecer ao público por torcer por nós. E também agradecer àqueles que compraram rifas e pizzas para custear as viagens para jogos fora de casa”, diz Paulo.

O cálculo da média de público do Cuiabá Arsenal levou em consideração apenas cinco dos seis jogos com mando de campo, pois uma das partidas foi feita dentro de um estádio interditado para o público (proibida a entrada). O confronto com o Goiânia Rednecks, em 12.11, no Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, em Cuiabá, válida pelas oitavas de final da Superliga, teve que ocorrer de portões fechados. O local está interditado desde março de 2015.

Leia também:  Reway estará em jogo das eliminatórias da Copa do Mundo

Superliga 2015

No ano passado, o Cuiabá Arsenal teve média de 4.176 torcedores em jogos com mando de campo válidos pela Superliga, mas foram apenas quatro partidas como mandante. Jogaram um na Arena Pantanal, um em Jaciara, outro em Chapada dos Guimarães e um em Nossa Senhora do Livramento. E, segundo o presidente do time, quanto maior a quantidade de eventos, mais difícil é de se manter uma média de público alta.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.