Eu nunca pensei ganhar três vezes essa bolinha, mas espero não parar por aqui. Espero alcançar o Messi já na próxima temporada”. Assim Cristiano Ronaldo comemorou o prêmio de melhor jogador do mundo/Bola de Ouro em 2014 – na ocasião, vencia pela terceira vez, e o empate foi adiado nas últimas duas temporadas pelas conquistas alternadas de cada um desde então. Deixou claro que seu objetivo era igualar o craque argentino do Barcelona na disputa para ser o melhor do planeta, algo que pode ficar bem perto de acontecer se vencer a Liga dos Campeões contra a Juventus no próximo dia 3 de junho, no País de Gales.

Desde 2008, Cristiano Ronaldo e Messi dominam as principais premiações individuais do futebol. A Bola de Ouro se unificou ao prêmio de melhor da Fifa em uma parceria entre 2010 e 2015, voltando no ano passado a ser uma premiação separada. O prêmio Fifa The Best, inclusive, passará a ser organizado por temporada, e não mais anualmente. Portanto, até hoje o argentino foi eleito o melhor do mundo em cinco ocasiões (2009, 2010, 2011, 2012 e 2015), enquanto o português levou em 2008, 2013, 2014 e 2016. Se levarmos em consideração a Bola de Ouro separada da honraria da Fifa, CR7 tem duas (2008 e 2016), contra apenas uma de Leo (2009).

Leia também:  Cuiabá Arsenal fecha ano com confraternização neste sábado

A conquista da Liga dos Campeões é tratada como decisiva para a escolha do melhor jogador do mundo. Na disputa pessoal entre Messi e Cristiano Ronaldo, esses números ficam ainda mais claros. Com o Barça, o argentino foi campeão em 2005/06, 2008/09, 2010/11 e 2014/15. CR7 pode igualar o número de conquistas nesta temporada. Já levou em 2007/08 (pelo Manchester United), e 2013/14 e 2015/16 com o Real Madrid.

Se o título da Champions League pode ser o combustível decisivo para os prêmios da Bola de Ouro e Fifa The Best, Cristiano Ronaldo também conta com outros títulos de expressão nesta temporada. Ganhou o Campeonato Espanhol e o Mundial de Clubes com o Real Madrid, ainda está convocado para a seleção portuguesa que disputará a Copa das Confederações. Além disso, pode conquistar por duas vezes seguidas a Champions, algo inédito desde que o formato da competição mudou em 1993.

Leia também:  Tangará da Serra sediará estadual de Xadrez em dezembro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.