04 de agosto de 2021
Mais
    Capa Destaques Preso da Mata Grande é julgado pela 1ª vez por videoconferência
    Segurança e economia

    Preso da Mata Grande é julgado pela 1ª vez por videoconferência

    O Poder Judiciário vem investindo para que o projeto se estenda por todo o Estado

    Imagem: Audiencia com video conferência no forum de Rondonópolis
    Audiência com vídeo conferência no fórum de Rondonópolis – Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

    Aconteceu a 1ª audiência de Justificação por videoconferência na manhã desta sexta-feira (17), entre 4ª Vara Criminal de Rondonópolis e a Penitenciária Regional Major Eldo de Sá Corrêa (Mata Grande).

    O reeducando Edigleis Ferreira de Matos cumpre pena pelo crime de homicídio e havia progredido de regime. Fora do presídio foi preso por porte ilegal de arma de fogo com numeração suprimida, crime previsto no art. 16, parágrafo único da Lei 10.286/03 (Estatuto do Desarmamento). O réu é multireincidente, pois já foi condenado a outros três crimes, com condenação definitiva.

    Imagem: Glenda Moreira Borge juiza da 4° vara crimal de Rondonópolis
    Glenda Moreira Borges juíza da 4° vara criminal de Rondonópolis – Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

    A responsável pelo julgamento é a juíza Glenda Moreira Borges, relatou que o Poder Judiciário vem investindo para que o projeto se estenda por todo o Estado com o objetivo de gerar economia e segurança para o reeducando e também para a população.

    Imagem: Reinado Antonio Vessani Filho promotor de justiça
    Reinado Antonio Vessani Filho promotor de justiça – Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

    O Promotor de Justiça Reinaldo Antonio Vessani Filho destacou algumas importâncias da videoconferência, entre elas é que evita o transporte de presos perigosos, evitando um possível resgate ao detento e não deixa a população em risco e disse ainda que essa forma de julgamento traz muita economia, pois não vai mais precisar deslocar o preso até o Fórum.

    Imagem: Adeir Alexander Froder advogado
    Adeir Alexander Froder advogado – Foto: Messias Filho / AGORA MATO GROSSO

    O defensor Adeir Alexander Froder reafirmou que é excelente para a segurança do réu e da população e disse ainda que com a transmissão de videoconferência, vai agilizar os processos, pois muitas vezes os agentes entravam em greve e não tinha como levar o reeducando até o Fórum.