O decreto de calamidade financeira no Estado de Mato Grosso (MT) deve ser prorrogado. Acontece que o Estado continua com uma situação financeira extremamente delicada conforme disse o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, durante uma entrevista.

Uma equipe técnica do governo de MT avalia prorrogar o decreto assinado pelo governador Mauro Mendes no dia 17 de janeiro.

“Ainda estamos com salários escalonados e isso tem dificultado muito”, comentou o secretário.

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.