Com a regularidade das chuvas em Mato Grosso (MT) no mês de out/19, foi dada a largada à safra leiteira no Estado. Desse modo, a captação de leite pelas indústrias em MT subiu expressivos 29,6% em out/19 perante set/19, sendo o 2° maior aumento para o período. As informações constam no Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Isto está atrelado ao volume substancial de chuvas que ocorreram em out/19, que, após uma seca severa neste ano, retornaram melhorando as pastagens e aumentaram a oferta de forragem para o rebanho. Além do mais, o aumento vertiginoso na oferta no início da safra evidencia o que foi apontado pelo Imea em um estudo recente, de que a sazonalidade na produção mato-grossense é a maior dentre os principais estados produtores, por causa da alta dependência do pasto e da baixa inserção tecnológica.

Portanto, com a retomada da oferta, a tendência é de que as cotações fiquem pressionadas, o que tem deixado os agentes receosos, dado que boa parte dos lácteos estão com preços menores do que foram vistos em 2018.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.