O caso envolvendo dois padres de Rondonópolis que supostamente teriam tido um relacionamento sexual com um menor de idade só veio à tona essa semana, mas o fato foi registrado no início do mês de novembro e segundo nota divulgada pela Diocese de Rondonópolis os padres foram preliminarmente afastados no dia 19.

Bispo Dom Juventino- Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
Bispo Dom Juventino- Foto: Varlei Cordova / Arquivo AGORA MATO GROSSO

A nota, assinada pelo Bispo Dom Juventino, afirma que a decisão foi tomada assim que a Diocese tomou ciência da possível afronta às Leis da Disciplina Sagrada, para resguardar todas as partes envolvidas.

O Bispo afirmou ainda que também foi dado início a um procedimento canônico investigatório para apurar a denúncia.

Procurada pela equipe do Portal AGORA MATOGROSSO, a tia do menor, que foi quem registrou o Boletim de Ocorrências, não quis se pronunciar.

Os paroquianos da Igreja São José Operário também divulgaram uma carta em favor do Padre Thiago, principal acusado do fato.

Veja a carta enviada a redação:

Imagem: carta

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.