23 de junho de 2021
Mais
    Capa Notícias Política Vereadores vão discutir restrições às atividades noturnas em Rondonópolis
    ORDEM DO DIA

    Vereadores vão discutir restrições às atividades noturnas em Rondonópolis

    Representantes de empresários e trabalhadores querem que Câmara intervenha para ampliar horário de funcionamento e liberar atividades aos domingos e feriados

    Imagem: Neumara Vereadores vão discutir restrições às atividades noturnas em Rondonópolis
    Neumara Resmini, da ARBR, pedirá intervenção dos vereadores contra restrições – Foto: Varlei Córdova/Agora MT

    Depois do protesto realizado ontem em frente à Prefeitura de Rondonópolis, trabalhadores e empresários vão à Câmara Municipal pedir o apoio dos vereadores à proposta de flexibilização das restrições às atividades noturnas. Os líderes do movimento vão participar na tarde desta terça-feira (01) da reunião da ‘Ordem do Dia’, em que é discuta a pauta da sessão ordinária.

    Atualmente o município limita as atividades comerciais das 05 às 20 horas, de segunda a sábado. Aos domingos e feriados as lojas, restaurantes, bares e similares estão proibidos de funcionar. Na conversa com os vereadores será solicitada a suspensão dessa proibição e a autorização para o funcionamento pelo menos até as 22 horas de segunda a sábado.

    “Ontem não conseguimos conversar com o prefeito, mas alguns vereadores estiveram lá e disseram apoiar nossas reivindicações. Hoje vamos apresentar o quadro geral e pedir que eles nos ajudem”, disse a empresária Neumara Resmini, presidente da Associação Rondonopolitana de Bares e Restaurantes.

    O grupo também vai pedir que o Poder Público intensifique a fiscalização, para identificar e punir estabelecimentos e pessoas que não respeitam as normas de prevenção à Covid-19.

    “Esses infratores são os verdadeiros responsáveis pelo descontrole da pandemia, não somos nós”, destaca Neumara.

    Além da ARBR, a reunião de hoje também terá a participação de representantes dos motoboys, da Associação dos Músicos de Rondonópolis e do Sindicato dos Empregados em Bares, Restaurantes e Similares do Sul de Mato Grosso (Sindebares/Sul-MT).