Agora MT Mundo Isolados pela guerra, russos são obrigados a usar celulares ‘tijolões’
EM GUERRA

Isolados pela guerra, russos são obrigados a usar celulares ‘tijolões’

Empresas do país tentaram produzir smartphones, mas modelos não conquistaram o mercado local e encalharam nas lojas

Fonte: R7

Imagem: presidente da russia vladimir putin 24012023161100245 Isolados pela guerra, russos são obrigados a usar celulares ‘tijolões’
Russos precisaram voltar décadas no tempo para poder usar os celulares – Foto: Reprodução

Um relatório produzido por uma tradicional publicação russa afirmou que a população do país voltou a usar os celulares da década de 1990, conhecidos no Brasil como “tijolões” por causa do tamanho e peso.

Desde o início da guerra com a Ucrânia, empresas como Apple e Google, deixaram de comercializar aparelhos de maneira oficial no país devido às sanções impostas pelo Ocidente.

Além disso, as duas companhias norte-americanas, que lideram o mercado de sistemas operacionais para aparelhos móveis, também interromperam o envio de atualizações aos celulares na Rússia. Ou seja, com o passar do tempo, os smartphones se tornarão apenas uma peça de plástico sem utilidade comunicacional no país.

Segundo o veículo russo Moskovskij Kosomolets, a alternativa para os russos são os celulares mais antigos, que possuem um sistema operacional rústico e com poucas funções além das tradicionais ligações, mensagens de texto por SMS e jogos, como o da cobrinha.

Estas informações foram confirmadas pelo deputado russo Artem Kiryanov, que também comanda o Comitê de Política Econômica da Duma – a Câmara baixa da Assembleia Federal da Rússia. Ainda segundo o parlamentar, as tentativas de venda de aparelhos nacionais fracassaram nos últimos tempos.

“Nossas tentativas de fazer um sistema operacional, para dizer o mínimo, não são encorajadoras. Nós tivemos o Tigafon, que a produção se tornou não lucrativa. Os smartphones Rostec também não ganharam os corações dos russos”, lamentou Kiryanov.

Estima-se que 14 mil celulares da Rostec tenham sido produzidos na Rússia, mas apenas 400 foram vendidos. O deputado acredita que é necessário envolver o setor do comércio para entender o motivo pelo qual o produto não chegou na mão da população russa.

“Nos próximos anos, será necessário desenvolver o nosso próprio smartphone, o qual não teremos vergonha de ter em nossas mãos.”

O chefe do conselho do Fundo de Desenvolvimento de Economia Digital, Herman Klimenki, é mais alarmista e compara a atual situação da Rússia com a vivida pelo país após a queda da União Soviética.

“Formalmente, já podemos dizer que os russos andam com ‘tijolões’ nos bolsos. A situação é a quase a mesma que nos anos 1990, quando os bens eram trazidos para a Rússia de ônibus”, ressaltou Klimenki, segundo o portal britânico Daily Star.

Relacionadas

Vídeo mostra momento em que quatro criminosos ameaçam mulher e roubam carro

Uma mulher de 48 anos teve o carro roubado após ser surpreendida por quatro criminosos armados na noite do último sábado (08), em Várzea...

Banco de Sangue de Rondonópolis está com estoque baixo e precisa de doações com urgência

O Banco de Sangue Público de Rondonópolis está com o estoque baixo e convoca toda a população para doar sangue. O banco é responsável...

Inscrições no Enem 2024 são prorrogadas até 14 de junho

As inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram prorrogadas até o dia 14 de junho, anunciou o ministro da Educação, Camilo Santana,...

Lula diz que não há razão para greve em universidades federais durar tanto tempo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira (10) não ver razão para que a greve dos professores e dos técnicos administrativos...

Três pessoas morrem em grave acidente envolvendo quatro carretas na BR-163

Três pessoas morreram em um grave acidente registrado na tarde desta terça-feira (11), no KM 791 da BR-163, em Vera-MT. Segundo informações, a Nova...

Brasil registra média de 494 denúncias de violência contra idosos por dia

Em cinco meses, 74.239 denúncias foram feitas por violência contra idosos no Brasil, segundo dados do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania que consideram...

Inclusão de 4,6 milhões de jovens nem-nem poderia impulsionar R$ 159,6 bi na economia brasileira

A inclusão dos 4,6 milhões de jovens entre 14 e 24 anos que não trabalham nem procuram emprego poderia aumentar a economia brasileira em...

Homem de 45 anos é preso pela Polícia Militar após ameaçar esposa com arma de fogo

Um homem de 45 anos foi preso pela Polícia Militar pelos crimes de ameaça e porte ilegal de arma, na madrugada desta terça-feira (11),...

Batida frontal entre ônibus e carreta deixa 14 pessoas feridas na BR-163

Um acidente envolvendo um ônibus e uma carreta deixou 14 pessoas feridas na madrugada desta quarta-feira (12), no KM 736 da BR-163, em Sorriso-MT....

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas