Cidades:

Destaques, Rondonópolis



Publicado em 4 de maio de 2012 | 6:38 | Da redação com Assessoria

Oficinas do Centro Cultural José Sobrinho atendem 562 crianças e jovens

Atualmente, 562 pessoas, entre 7 anos até a 3ª idade, são beneficiadas com as aulas. Foto: Matusalem Teixeira/ assessoria

Promover o desejo pela cultura e pela arte, entre crianças, jovens e adultos é a proposta da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer de Rondonópolis. Neste sentido, o Centro Cultural José Sobrinho oferece cursos e oficinas de graça para a população, em especial de baixa renda. São aulas de dança (ballet clássico, jazz, salão, folclórica e contemporânea), música, desenho e pintura em tela e tecido, teatro e capoeira. Atualmente, 562 pessoas, entre 7 anos até a 3ª idade, são beneficiadas com as aulas.

O espaço conta com a qualificação nos períodos matutino e vespertino. Outra novidade, é que em dezembro de 2009 foi realizada a aquisição de diversos instrumentos como violão, violoncelo, violino, viola de arco, bateria, flauta doce, flauta transversal, piano, triângulo, pandeiro e contrabaixo, além de uniformes. Resultado da aplicação de 44 mil reais em recursos próprios.

Dados apontam que o curso gratuito mais disputado no ano de 2010, oferecido pela Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer, por meio do Departamento de Cultura, foi o de música. Todo mês 150 pessoas, entre homens e mulheres, frequentaram as aulas. Para a secretária, professora Susan Meire Moreti Binha, a criação desses cursos significa um avanço na promoção cultural de Rondonópolis. Segundo ela, o convívio com a dança, teatro e com a música desenvolve o gosto pela arte e fomenta a interação do indivíduo com o grupo.

Na opinião da gerente do Centro Cultural, Maria de Fátima Nunes Rodrigues Sartori, qualificar as pessoas é acreditar na capacidade e no talento de cada aluno. “As oficinas ajudam a formar um cidadão de bem. E principalmente, ajudam também no crescimento intelectual e social”, disse.

“A música e a arte são essenciais para a formação humana. Assim como a leitura de um bom livro, o conhecimento da música ou da dança tem o poder da transformação. E, além disso, pode ser a geração de renda, quando passamos a usar a música ou a dança como uma profissão”, conclui a gerente do Departamento de Cultua, Sandra Turcatto.

VAGAS DISPONÍVEIS

O Cento Cultural José Sobrinho ainda possui várias vagas para as pessoas interessadas nas oficinas. Ainda há inscrições para os cursos de dança de salão e folclórica, ballet, jazz, violão teatro, desenho e pintura. As pessoas interessadas podem procurar a sede do Centro cultural que fica localizado na rua Rio Branco, ao lado da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

O atendimento é das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (66) 3411 – 5050. “Este ano de 2012 podemos afirmar que chegamos ao nosso objetivo. Levar cultura e arte de graça à população. Oferecendo bom atendimento e qualidade ao aluno”, completa Sandra.

Rádio AgoraMT