A Campanha de vacinação de combate a febre Aftosa começa nesta terça-feira (01.11) em todas as regiões do Estado de Mato Grosso, e segue até o dia 31 de novembro, sendo que nas propriedades localizadas no Pantanal Mato-grossense este prazo se estende até o dia 15 de dezembro, em função das dificuldades de logística dos pecuaristas daquela região. É obrigatória a vacinação em bovinos e bubalinos de todas as idades – “de mamando a caducando” -, sendo que o prazo de comunicação às Unidades do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) é até o dia 10 de dezembro.

O lançamento da Etapa de Novembro de 2011 da campanha de vacinação de combate a febre aftosa aconteceu no último sábado (29.10), no município de Nova Canaã do Norte. O evento foi realizado na fazenda Telles Pires. Na ocasião, o presidente do Indea, Valney Souza Côrrea, ressaltou o trabalho de excelência realizado pelos servidores do Indea para que a campanha chegasse aos resultados positivos dos últimos 15 anos.

Leia também:  Obra de reforma é lançada na Escola CPAC São José

Mato Grosso possui o maior rebanho bovino do país, com mais de 28 milhões de cabeças. O vice-presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Jorge Pires, que esteve no lançamento da campanha, falou em nome dos produtores e dos 15 anos sem essa doença. “Este trabalho é fruto da parceria com as instituições públicas e privadas, sindicatos e fundamentalmente, com a conscientização e ótimo trabalho feito pelos pecuaristas, sem eles não seria possível chegarmos a essa marca, que tanto nos orgulha”.

Mato Grosso é reconhecido como livre de febre aftosa, com vacinação, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Sendo que o rebanho total do Estado é de 28.695.273, o maior do país. A expectativa é logo após o término desta campanha de vacinação o rebanho bovino do Estado ultrapasse 30 milhões.

Leia também:  Disponível o gabarito do concurso para apoio administrativo da Seduc
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.