Oficiais de justiça estiveram juntamente com Polícia Militar cumprindo um mandado de desocupação de imóveis no prédio Posto Trevão. Cerca de 20 empresas terão que retirar os pertences do local que será lacrado ainda hoje.

Segundo informações a empresa que era proprietária do prédio abriu falência e com isso a justiça recolheu todos os bens pertencentes à empresa para que fossem pagos os credores. As salas do Trevão eram alugadas para várias empresas da cidade, que na grande maioria são do ramo de transportes.

Com essa decisão da justiça os locatários perdem o direito sobre o imóvel, já que a empresa dona do prédio faliu e deixou de ter posse sobre o imóvel. Na semana passada os oficiais de justiça estiveram no local e avisaram aos locatários que deveriam deixar o prédio em cinco dias, o que não aconteceu. Por isso os oficiais retornaram nesta quarta-feira para cumprir o pedido da justiça.

Leia também:  Santa Casa amanhece de portas fechadas

O advogado que representa o Posto Masut, Marcelo Bitaer, afirmou que são eles os novos locatários do prédio do Trevão. “Agora as salas estão alugadas para o Posto Masut que já tem planos para o local”, afirma.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.