Em comemoração ao Dia Mundial do Doador Voluntário, lembrado em 15 de junho, o Hospital Regional de Rondonópolis, promoverá durante três dias uma Campanha de Captação de Doadores de Sangue a fim de abastecer o estoque da Unidade de Coleta e Transfusão, UCT.

Nos dias 13, 14 e 15 de junho, das 7 h às 18h30, a UCT receberá voluntários para a doação. Desde o mês passado que com o aumento na demanda de pacientes do Hospital Regional, Pronto atendimento Municipal e municípios da região, acima de 10% na ocupação geral, a Unidade tem buscado o apoio da comunidade para se voluntariar na ação. A UCT ainda abastece outros Hospitais da cidade e região.

A comissão organizadora da Campanha espera contemplar em torno de 150 bolsas de sangue nos três dias de Campanha. De acordo com a coordenadora da Unidade de Coleta, Eslany Morais, não existe um tipo sanguíneo com mais necessidade. Todos os isogrupos são importantes e os Rh negativos têm uma parcela pequena da população contemplada.

Leia também:  Samu e militares vão fazer simulação realística de uma explosão no Shopping

“O estoque é baixo e contamos com a solidariedade das pessoas de Rondonópolis pra nos ajudar nessa missão de salvar vidas. Basta disponibilizar alguns minutos do seu tempo para que nosso estoque seja fortalecido. O ato de doar não oferece nenhum risco para o doador”, afirma.

Brasil com poucos doadores

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o percentual ideal de doadores para um país esteja entre 3,5% e 5% de sua população. No Brasil, segundo dados de 2011 do Ministério da Saúde, esse número é preocupante por não chegar a 2%. O país que coleta anualmente 3,5 milhões de bolsas de sangue, deveria coletar 5,7 milhões por ano.

Leia também:  Marketing de B.A.T.O.M lota auditório e alerta mulheres empresárias

“Durante o inverno e o período de férias no meio do ano, as Unidades de Coleta operam com estoque abaixo do mínimo necessário. Nesta época é que mais precisamos do apoio e solidariedade”, complementa Eslany.

Seja um doador

Nas pesquisas do Ministério da Saúde, os homens são responsáveis por mais de 70% das doações no Brasil e os jovens de 18 a 29 anos, correspondem a 50% dos doadores. Para se tornar um doador voluntário da Unidade de Coleta e Transfusão de Rondonópolis, basta fazer contato no telefone (66) 2426-9505 ou comparecer à Unidade de Coleta e Transfusão, localizada à Rua Rio Branco, nº 2.802, Jardim Santa Marta, Rondonópolis.

Leia também:  Camarote tem princípio de incêndio na 45ª Exposul

Para doar sangue é preciso ter boa saúde, peso acima dos 50 kg e idade entre 18 e 60 anos, menor de idade deve estar acompanhado dos pais ou responsáveis. Além disto, é preciso não ter ingerido bebida alcoólica nas 24 horas que antecede a doação e não estar grávida ou amamentando. O doador não pode ter histórico de diabetes e hepatite após os 10 anos de idade ou de doenças sexualmente transmissíveis.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.