A possibilidade de greve dos médicos da Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis foi definitivamente afastada graças ao pagamento feito pela instituição aos profissionais que agora tiveram regularizados seus vencimentos.

De acordo com a direção da Santa Casa com o próximo repasse feito pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ) que deve acontecer no final do mês será feito o pagamento dos fornecedores de medicamentos.

A solução encontrada pela Santa Casa é mais uma mostra da sensibilidade da diretoria da entidade, que recebe recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Governo do Estado.

Leia também:  Abertas inscrições para curso de pós-graduação em 'Mercado de Capitais' na UFMT

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.